Pular para a Navegação Principal

Mãos Que Ajudam e Brasil Voluntário Juntos Durante a Copa do Mundo

Mãos Que Ajudam e Brasil Voluntário Juntos Durante a Copa do Mundo
Milhares de estrangeiros devem vir ao Brasil durante a Copa do Mundo. Milhões de brasileiros também estarão sobrevoando o país e viajando para assistir aos jogos que acontecem nas 12 cidades-sedes. O Brasil será o foco da imprensa mundial. Segundo o estudo “Brasil Sustentável - Impactos Socioeconômicos da Copa do Mundo 2014”, desenvolvido pela Ernst & Young em parceria com Fundação Getúlio Vargas (FGV), a expectativa é um crescimento de 79% de visitantes internacionais até a Copa, podendo ter impacto superior nos anos seguintes.
Cartaz CopaL3.jpg

Motivados pelos desafios de receber um evento tão grandioso no país, o programa Mãos Que Ajudam será oficialmente um apoio para o Brasil Voluntário, programa do Ministério dos Esportes, durante a Copa do Mundo. Dezenas de estacas foram selecionadas para participar e muitos voluntários se inscreveram no projeto.

Mãos Que Ajudam
Brasil Voluntário,

“Já trabalhamos com os voluntários do Programa Mãos Que Ajudam durante a Copa das Confederações e ficamos impressionados com o engajamento e comprometimento dos santos dos últimos dias”, comentou Sarah Carvalho, do Ministério dos Esportes, responsável pelo Brasil Voluntário.

Seremos uma espécie de Relações Públicas das 12 cidades-sedes no Brasil: Brasília, Belo Horizonte, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Os participantes darão assistência nas cercanias dos estádios, nos aeroportos e em outros pontos turísticos. Será uma oportunidade de exercermos a cidadania recepcionando em nossa cidade os visitantes de todo o Brasil e do mundo. “Inspirei-o a promover a causa de Sião com grande poder voltado para o bem” (D&C 21:7).