Edificar uma Igreja forte: por que receber o sacerdócio

    Jovens que entram no sacerdócio

    O Salvador ordenou a Pedro: “Quando te converteres, fortalece teus irmãos” (Lucas 22:32). Todos somos responsáveis!

    Élder Mazzagardi

    Quando os líderes estão convertidos e crescem espiritualmente, eles se tornam capazes de auxiliar outras pessoas, de convertê-las e de ajudá-las espiritualmente.

    O sacerdócio é a base da força espiritual da Igreja. Precisamos preparar jovens para que sejam dignos de receber o sacerdócio, e ser digno não significa ser perfeito.

    O sacerdócio abre as portas para o crescimento intelectual e espiritual. Preparem cada novo portador em perspectiva pedindo que ele estude a seção 20 de Doutrina e Convênios. Depois façam perguntas a ele sobre o que aprendeu e como isso vai ajudá-lo a ser um melhor portador do Sacerdócio Aarônico.

    Façam o mesmo com aqueles que estejam se preparando para receber o Sacerdócio de Melquisedeque. Peçam que estudem, além da seção 20, a seção 84 e a seção 107 de Doutrina e Convênios. Depois perguntem o que foi significativo, o que eles sentiram ao aprender o que é ser um portador do verdadeiro poder de Deus na Terra.

    É um privilégio de todo homem digno receber essas bênçãos. Nossa responsabilidade é despertar dentro de seu coração o desejo de portar esse poder. Ele é conferido a nós para que sirvamos, e precisamos usá-lo no serviço ao próximo, buscando aqueles que estão menos ativos, ministrando àqueles que estão enfraquecidos, ampliando nossa visão da eternidade e de nossa responsabilidade como filhos preordenados por Deus para participar desta grande obra de fortalecer o reino nestes últimos dias.

    As experiências espirituais virão em abundância na mesma proporção que nos colocarmos a serviço do Mestre.

    Não é difícil, o segredo é começar!

    Jovens que aprendem sobre o sacerdócio de um líder

    A você, líder, cabe a iniciativa de chamar seu jovem ou líder em perspectiva e começar a conversar com eles em espírito de oração. Envolva cada um deles no resgate e no fortalecimento de seus irmãos. Assim, você vai perceber que tem um exército grande e forte ajudando-o e participando desta grande obra.

    Você não estará só, pois o Senhor da vinha prometeu que trabalharia com você.

    “E aconteceu que os servos foram e trabalharam com todo o afinco; e o Senhor da vinha também trabalhou com eles; e obedeceram aos mandamentos do Senhor da vinha em todas as coisas” (Jacó 5:72).