Pular para a Navegação Principal

Como É Um Pai Mórmon?

Pai Mórmon brincado com seus filhos

Qual é a figura do pai ideal para você? Bem, você pode chegar à conclusão de que é difícil resumir a figura paterna em algumas características, já que um pai representa algo muito mais especial do que conseguimos descrever.

É verdade, não existe fórmula mágica para a construção de um pai. Mas Deus, perfeito sob todos os aspectos, não deixaria os homens desamparados: Através de suas escrituras, Ele deixou um caminho a ser seguido por Seus Filhos. Aos pais também cabem responsabilidades a desempenhar no plano celestial.

Ao ler este artigo, você aprenderá mais sobre a figura paterna na família mórmon, assim como a união entre homem e mulher e a entidade familiar, que é fundamental na crença dos membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Como é um pai mórmon?

A paternidade é vista pelos membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias como algo muito especial. É uma oportunidade e honra concedida por Deus para que o homem tenha responsabilidade sobre outros espíritos mandados por Ele aos lares.

Pais não devem apenas cuidar, prover e ensinar seus filhos, mas também instruí-los sobre o plano celestial de Deus. Como disse o Presidente Harold B. Lee, 'a parte mais importante da obra do Senhor é a que realizamos dentro de nosso próprio lar.”

A entidade familiar mórmon tem como um de seus pilares o exemplo paterno. Atenção: não imagine a figura de um pai autoritário e 'chefe' de família, ditando ordens, mas sim a imagem de um homem honesto e justo, no qual sua família possa se espelhar.

Todo pai mórmon deve se preocupar em ser um homem que ame e respeite sua esposa, ensine à seus filhos a importância do trabalho e que busque constante aprendizado sobre a salvação celestial e o amor de Jesus Cristo.

Sempre ao lado de sua esposa, o pai deve organizar as finanças domésticas e decidir os melhores caminhos para os filhos, pois 'nem o homem é sem a mulher, nem a mulher, sem o homem, no Senhor.' (1 Coríntios 11:11)

O casamento mórmon

A união de um homem e uma mulher para toda a eternidade é definida por A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias como selamento. O selamento só pode ser realizado no templo por um homem investido no sacerdócio ou autoridade do Pai Celestial.

Na crença mórmon, o relacionamento familiar é mantido mesmo após a morte, se as pessoas observarem e respeitarem os ensinamentos de Jesus Cristo.

Tudo o que um marido e sua esposa construírem na Terra sob a crença em Deus e a busca pela salvação celestial, será ligado à eles nos Céus, incluindo seus filhos, os frutos de sua união, que a eles são naturalmente selados (Mateus 16:19, 18:18)

Portanto, ao viver em um lar harmonioso, com respeito entre si, vivendo e instruindo seus filhos conforme os ensinamentos do Salvador, marido e mulher selam juntos sua história para todo o sempre. Essa é a missão diária e constante da união mórmon.

A família mórmon

O ambiente familiar é onde ocorre grande parte da experiência de vida de cada pessoa. Nele, nós amamos, servimos, ensinamos e aprendemos, assim como compartilhamos alegrias e tristezas.

A família é essencial no plano de Deus para Seus Filhos. E nela, o pai e a mãe desempenham um papel fundamental, que é o de manter um lar seguro. Um lar seguro é aquele em que todos (pai, mãe e filhos) possam crescer mental, física e espiritualmente.

Criar e educar os filhos, manter a ordem doméstica, construir uma relação harmoniosa e saudável... são vários os desafios enfrentados por marido e mulher no desenvolver de sua rotina. Mas o Pai Celestial não desampara aqueles que O buscam.

A fé no Pai Celestial mantém a união familiar íntegra e estável, como deve ser. A família mórmon deve guardar e praticar as lições das escrituras sagradas, pois elas guiam todos os espíritos humanos para o plano de salvação.

Algumas das práticas que ajudarão uma família a manter-se feliz e bem-sucedida são:

  • Fazer oração familiar todas as noites e pela manhã (3 Néfi 18:21);

  • Estudar as escrituras regularmente em família;

  • Fazer coisas juntos, em família, sejam projetos de trabalho, passeios ou decisões a serem tomadas;

  • Participar de atividades de serviço comunitário. Dessa maneira, as crianças aprenderão, vendo o exemplo, como ser bondosos, pacientes, longânimes e caridosos (ver Morôni 7:45–48);

  • Assistir regularmente às reuniões da Igreja (ver D&C 59:9–10);

  • Seguir o conselho do Senhor em D&C 88:119: “Organizai-vos; preparai todas as coisas necessárias e estabelecei uma casa, sim, uma casa de oração, uma casa de jejum, uma casa de fé, uma casa de aprendizado, uma casa de glória, uma casa de ordem, uma casa de Deus”;

  • Fazer a história da família, participar juntos das ordenanças do templo e ser selados no templo.

Agora você já entende um pouco melhor como os mórmons enxergam a posição do pai na organização familiar.

Quer saber mais? Converse com um missionário ou visite uma de nossas capelas.

Você também pode ler a Bíblia e o Livro de Mórmon em formato digital na íntegra.

Conteúdo Relacionado

A Família, Proclamação ao Mundo

Saiba Mais Sobre o Estilo de Vida dos Santos dos Últimos Dias

Famílias e templos

Sobre o selamento no templo