Estes Sinais Seguirão os Que Crerem

O Presidente Lorenzo Snow ensinou que “há homens nesta Igreja que têm bom coração e boas intenções, por assim dizer, mas lhes falta a energia e, portanto, não obtêm o que teriam o privilégio de receber. Se sua fé, energia e determinação estivessem à altura de seu bom coração e boas intenções, de sua honestidade e outras boas qualidades, seriam homens verdadeiramente fortes em Israel, e a doença, as enfermidades e o poder do mal fugiriam diante deles como a palha tocada pelo vento” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Lorenzo Snow, 2012, p. 215). Todos já tivemos o infortúnio de observar isso, não é verdade?

É possível que esses bons homens que demonstram não ter essa energia mencionada pelo Presidente Snow não entendam que isso está relacionado com o que o Senhor mesmo ensinou ao instruir sobre o juramento e convênio do sacerdócio. Ele disse: “Pois aqueles que forem fiéis de modo a obter estes dois sacerdócios de que falei e a magnificar seu chamado serão santificados pelo Espírito para a renovação do corpo” (D&C 84:33). Veja que o Senhor também indica que, além de ser fiel, o portador do sacerdócio de Deus deve magnificar seu chamado. Creio que isso implica cada chamado que receber, todos os chamados que receber. É fazer o seu melhor naquilo que for chamado a executar. E nisso Deus mostra grande justiça, pois não exige que o meu melhor seja melhor do que o de outra pessoa. Ele apenas quer que, dentro de nossa capacidade, façamos nosso melhor, mas nada menos do que isso.

O Presidente Snow acrescenta: “Quero frisar bem para vocês, irmãos e irmãs, que existem entre nós élderes com dons espirituais que poderiam ser colocados em prática com o auxílio do Espírito Santo. (...) Meus jovens irmãos, quando as coisas não saem a seu favor, quando tudo parece trevas, façam seu dever e tornar-se-ão homens fortes e terão poder; os doentes serão curados quando vocês os abençoarem; os demônios fugirão de vocês; os mortos se levantarão; e, pelo poder de Deus e com o propósito correto, vocês serão capazes de operar todas as coisas já operadas pelo homem desde os dias de Adão” (Ensinamentos: Lorenzo Snow, 2012, p. 215).

Tal promessa é semelhante à que o próprio Senhor fez: “E estes sinais seguirão os que crerem: em meu nome realizarão muitas obras maravilhosas; em meu nome expulsarão demônios; em meu nome curarão os enfermos; em meu nome abrirão os olhos dos cegos e os ouvidos dos surdos; e a língua dos mudos falará; e se algum homem lhes administrar veneno, não lhes fará mal; e o veneno de uma serpente não terá poder para lhes fazer mal” (D&C 84:65–72). Mas Ele alerta: “Dou-lhes, porém, o mandamento de que não se vangloriem destas coisas nem falem delas diante do mundo; pois estas coisas vos são dadas para vosso proveito e salvação” (D&C 84:73).

Uno-me ao Presidente Snow que nos convidou a buscar tais bênçãos quando disse: “Como santos de Deus e élderes de Israel, devemos estar dispostos a dedicar nosso tempo e trabalho e a fazer todo sacrifício necessário para obter as qualidades espirituais que permitam que sejamos altamente úteis em nossos diversos chamados. E que o Senhor grave em cada coração a importância dessas coisas, para que busquemos com diligência e energia os dons e poderes prometidos no evangelho ao qual obedecemos” (Ensinamentos: Lorenzo Snow, 2012, p. 216).

Desejo, de todo o coração, que cada portador do sacerdócio no Brasil esteja disposto e tenha a força necessária para buscar esses privilégios, pois verdadeiramente “estes sinais seguirão os que crerem” (D&C 84:65).